top of page
Buscar
  • Foto do escritorTeam Adampintores.pt

10 passos: Como pintar uma divisão como um profissional

Precisa de redecorar o seu quarto e, ao mesmo tempo, tem de o fazer antes do Natal? Não se preocupe e comece você mesmo. Desde que esteja a pintar superfícies despretensiosas e paredes mais ou menos lisas, não há nada com que se preocupar. Verá que a divisão fica mais bonita e também poupará a sua carteira.

Remodelar a casa.

Como redecorar uma divisão: passo a passo

Aprenda a pintar qualquer divisão da sua casa como o melhor faz-tudo. Graças às nossas dicas, vai ver que não é assim tão complicado. Afinal de contas, é bastante indolor, relativamente barato e, mesmo que por mero acaso alguma coisa corra horrivelmente mal, pode arranjar tudo muito facilmente. No entanto, antes de pegar num rolo e começar a primeira demão de tinta, é essencial ter um plano, como acontece com muitas coisas. Reunimos as melhores dicas e truques para o ajudar a começar. Continue a ler para saber como pintar uma divisão passo a passo.


1. Qual deve ser o resultado?

Comece a pensar no aspecto que pretende dar ao projecto acabado. E lembre-se, não está limitado a quatro paredes ou a uma divisão inteira da mesma cor. Considere pintar uma parede de destaque num tom arrojado ou, pelo menos, realçar molduras ou outros acabamentos que quebrem a monotonia do espaço. E atenção. Veja se não seria bom refrescar a divisão escolhendo um tecto com uma cor interessante.


2. Tem uma tonalidade preferida?

Há um grande número de tonalidades de cores. Comece por descobrir as características gerais das cores. Quer um tom quente ou frio? Neutro ou brilhante? Se já tem mobiliário, considere também se a cor que escolheu vai combinar com a decoração existente. Depois de perceber o que procura, escolha alguns tons vencedores e obtenha amostras. Muitas marcas enviam-lhe amostras adesivas que pode colar na parede para ter uma ideia melhor. Como todos sabemos, as cores parecem completamente diferentes na parede. Não subestime um teste de pintura para ver como ficam numa divisão a diferentes horas do dia.


3. Ferramentas necessárias

Cada superfície é diferente e, por conseguinte, necessita de diferentes tipos de ferramentas para a pintura. Também é necessário avaliar o estado das paredes, o número de demãos anteriores, a quantidade de sujidade, etc. No entanto, não pode faltar um pincel de diferentes tamanhos, um rolo, uma extensão para o rolo, um tabuleiro de pintura, uma lixa, fita adesiva, uma faca e panos.


4. Quantidade de tinta

Não faz ideia da quantidade de tinta que será necessária para pintar a divisão? Não se preocupe, é fácil. Basta um padrão simples que conhecemos da escola primária. Basta multiplicar a altura e o comprimento de cada parede, somá-los e não esquecer o tecto. Multiplique por dois ou mais, conforme necessário, porque precisa de pelo menos duas camadas de tinta.


5. Acabamento da superfície

Está a planear caiar uma parede cinzenta escura? É provável que precise de mais tinta para passar do cinzento escuro para o claro. Recomendamos também a aplicação de um primário cinzento na superfície antes de pintar as paredes com uma cor rica, para reduzir o número de aplicações de cor necessárias. Quanto ao acabamento, já deve ter ouvido dizer que quanto mais brilhante for, maior deve ser a taxa de cobertura.


6. Cubra os móveis

Não quer danificar o seu sofá preferido ou antiguidades valiosas? Esvazie a divisão e retire ou, pelo menos, cubra toda a mobília. Se não tiver espaço suficiente para mover tudo o que possui, mova tudo para o centro da divisão. Cubra cada peça de mobiliário com uma folha de plástico leve e faça o mesmo com o chão, bem como com os armários ou bancadas que possam ficar sujos.

7. A fita adesiva poupa-lhe tempo

Agora, pegue na fita adesiva e cole-a com firmeza nos rodapés, nos caixilhos das portas e das janelas. É muito importante garantir uma boa vedação para que a tinta não passe por baixo da fita. Quando a tinta secar, a fita adesiva descola-se simplesmente e os caixilhos e tudo o resto ficam limpos. E poupa-se muito tempo com a limpeza aborrecida de gavetas, guarnições e afins.


8. Misturar a tonalidade correcta

Utilize um pau de madeira para misturar a tinta e mexa-o frequentemente durante o processo de pintura. A tinta que não for misturada de forma consistente pode distorcer-se e causar manchas. Se precisar de uma quantidade maior de tinta, misture a tinta num balde suficientemente grande para evitar misturar uma tonalidade diferente da anterior.


9. Estratégia

A tinta está misturada e o rolo está pronto, mas antes de começar, não se esqueça de planear a sua estratégia. Trabalhe do topo da divisão para baixo, começando pelos tectos. Está a planear uma parede distinta? Pinte primeiro as paredes claras adjacentes e não se preocupe se arrastar a tinta para a parede que será pintada com uma cor ousada mais tarde. O tom mais rico cobrirá o mais claro. Depois de a parede mais clara secar, cubra as bordas com fita adesiva, para que a tinta escura não se espalhe pela nova pintura. Se estiver a cobrir paredes escuras com um tom mais claro, planeie três camadas: uma camada de base e duas camadas de tinta nova para que nada transpareça.


10. Ventilar

Assegure-se de que a tinta seca correctamente. Como? Certifique-se de que a divisão está bem ventilada. Para o efeito, abra as janelas e utilize ventoinhas. Tente começar a pintar na estação quente e seca. É nestas condições que a tinta secará mais rapidamente.

Decoração de interiores.

Resumo

E está feito. Acreditamos que se saiu muito bem. E para garantir que não se esquece de nada e que tudo corre bem, temos algumas dicas finais, mas ainda assim importantes para si:


Pincel para pequenas áreas

Utilize o pincel para pintar as áreas ao longo dos rodapés e os cantos de cima para baixo. Para áreas maiores, utilize um rolo. Ao aplicar a tinta com um rolo, utilize pinceladas longas para obter uma cobertura suficiente (e para evitar as desagradáveis marcas do rolo). Quando a parede estiver seca ao toque, está pronta para uma segunda demão.


Cuidado ao pintar as molduras

Se estiver a pintar alguma tinta na moldura, retire a fita de pintor da moldura e cole a fita à parede para não manchar a tinta na moldura. No entanto, espere até que as paredes estejam bem secas antes de aplicar a fita adesiva nas paredes.


Limpeza final

As paredes já têm várias demãos da nova tinta e está tudo seco? Mas ainda não é altura de descansar. Remova a fita de pintura, retire o plástico e certifique-se de que a tinta derramada ou os salpicos estão secos antes de os mover. Para tintas de látex e à base de água, limpe os pincéis com água e sabão. As tintas à base de óleo requerem aguardente mineral. Se quiser reutilizar os rolos, limpe-os cuidadosamente em água corrente.


Agora é que é mesmo. Se cumpriu todas as etapas anteriores, pode respirar de alívio. O nosso artigo ajudou-o na sua pintura? Espero que sim. Esperamos que tudo tenha corrido bem e que, da próxima vez, seja capaz de pintar todo o seu apartamento como um profissional.

Remodelar a sala de estar.

0 comentário

Comments


bottom of page