top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdampintores.pt

Comparação de preços: pedir a um pintor ou pintar você mesmo?

A dada altura, toda a gente vai ter que pintar a sua casa, seja porque se vai mudar, ou simplesmente porque quer renovar ou melhorar o seu espaço. Uma questão que muitas vezes se coloca é se deve pintar por conta própria ou contratar um profissional. Muitos de nós temos a memória dos nossos pais se ocuparem de quase todas as tarefas, incluindo a pintura, por conta própria. Contudo, se viver na cidade, poderá não ter uma garagem ou espaço suficiente para guardar as ferramentas necessárias para projetos domésticos. Neste caso, deve estar a pensar se vale a pena comprar tudo ou se é mais fácil pagar a alguém para fazer o trabalho. É por isso que fizemos este artigo para comparar o custo médio de pintar você próprio ou contratar um pintor. Quer pretenda renovar o aspeto da sua casa ou preparar-se para se mudar, estas informações podem ajudá-lo a tomar uma decisão informada sobre a forma de abordar o seu projeto!
Vale a pena ter um pintor profissional.

Eu amo, logo eu pinto

Antes de iniciar o seu projeto de pintura, terá de adquirir todos os materiais necessários. Alguns destes artigos podem requerer aconselhamento especializado, enquanto outros podem ser facilmente encomendados online.


Antes de começar a pintar, é importante que prepare devidamente a sala. Se restar alguma mobília na divisão, esta deve ser coberta com película de plástico e com fita adesiva para o proteger da pintura. Este passo é relativamente pouco dispendioso.


Contudo, é também importante preparar adequadamente as paredes para a pintura. É preciso considerar se esta é a primeira camada de tinta ou se as paredes já foram pintadas várias vezes. Se as paredes já tiverem sido pintadas, é importante determinar o estado das demãos anteriores. Para o fazer, experimente molhar um rolo limpo e passar por cima da pintura antiga. Se a tinta começar a descair, será necessário removê-la antes de aplicar uma nova demão.


Raspar as paredes para remover tinta antiga é tecnicamente simples, mas pode ser um processo demorado e trabalhoso. Se estiver disposto a fazer o trabalho sozinho, pode comprar um raspador de pintura por cerca de 2€. Estas ferramentas também podem ser úteis para selar quaisquer furos que possam aparecer depois de raspar o reboco. Para fissuras mais pequenas, massa de gesso para paredes (que normalmente custa menos de 4€) deve ser suficiente. As fissuras maiores podem precisar de ser preenchidas com betão ou deixadas para os profissionais.


Antes de se começar a pintar, é também importante preparar as paredes. O priming ajuda a nivelar a superfície das paredes e assegura que a tinta adere melhor e dura mais tempo. O priming normal custa normalmente cerca de 15€, mas pode prolongar significativamente a vida útil da tinta a longo prazo.

Pintar a própria casa.

E agora a pintura propriamente dita. O maior desafio é escolher a tinta certa. Hoje em dia, nem sequer é necessário conhecer os diferentes tipos de tinta. Não importa que não se conheça a diferença entre a dispersão e o vinil. O mais importante é que saiba onde encontrar uma loja de tintas ou onde procurar um profissional. No entanto, mesmo que queira seguir os seus próprios conselhos na escolha de uma tinta, é uma boa ideia estar ciente que tudo pode afetar o processo. É de esperar que a tinta no quarto do seu filho seja resistente até mesmo às maiores sujeiras dos seus pequenos. Na casa de banho, por outro lado, a tinta terá de resistir a uma humidade elevada, pelo que é aconselhável utilizar um tipo de tinta respirável. Algumas tintas têm também propriedades desinfetantes e anti fúngicas, o que é útil em áreas propensas a este tipo de danos.


Como pode ver, a escolha de uma tinta não é fácil. Imaginemos um exemplo hipotético onde se pinta uma sala que tem uma área útil de 12 m2. É preciso fazer duas demãos e pensar numa possível reserva. Terá de utilizar cerca de 6,5 kg de tinta para esta área. Neste caso, recomendamos que compre 7 kg de tinta para o caso de algo não correr como esperado. Duas tintas de 4 kg custam geralmente cerca de 25€, dependendo da qualidade e do tipo de tinta.


É claro que não se deve esquecer os pincéis, rolos, recipientes para colocar as tintas ou e todos os outros materiais. Se não pretende abrir um negócio de pintura, é mais do que suficiente comprar um kit de pintura. Estes kits contêm tudo o que precisa, além de serem muito mais económicos do que se comprasse cada um dos artigos separados. Consegue encontrar estes kits por 8€, e os kits com mais ferramentas, apresentam um preço mais elevado.



Jogar pelo seguro - chamar um pintor

Pintar as paredes de casa.

A pintura "do it yourself" pode ser uma trabalheira, por isso é cada vez mais comum contratar um pintor profissional. No entanto, os preços deste serviço podem variar muito, e pode ser difícil saber porque é que um pintor cobra o dobro do que outro para pintar a mesma divisão. É preciso ter em mente que preços mais elevados nem sempre equivalem a uma qualidade superior – às vezes acontece o contrário. O que se deve procurar quando se contrata um pintor? Naturalmente, o custo final dependerá do tamanho e do estado da divisão, bem como de quaisquer serviços adicionais, tais como revestimento do chão, pequenos retoques de gesso, e limpeza básica após a conclusão do trabalho. Esteja ciente de que grandes reparações ou remoção de papel de parede podem não estar incluídas no preço e podem requerer trabalho adicional.


Um preço justo para pintar uma sala é de cerca de 130€, dependendo do tamanho e condição reais do espaço. Pode utilizar a nossa calculadora para obter uma estimativa de preço mais precisa.


Pode ser um desafio, especialmente em cidades maiores, encontrar um pintor de confiança e experiente. Podem ter uma grande procura e pode ser difícil encontrar um tempo que funcione tanto para si como para o pintor. É aí que entra Adam. Compreendemos a frustração deste processo e criámos uma rede dos melhores pintores nas cidades que servimos. Escolhemos um pintor que compreende e tem experiência com a técnica específica necessária para cada trabalho, e esforçamo-nos por acomodar a sua disponibilidade.


Reservar um pintor com Adam é fácil - basta preencher os detalhes do espaço que deseja pintar, escolher a cor desejada, e nós encarregamo-nos do resto. Acreditamos que a pintura não deve ser uma tarefa fácil e pretendemos que o processo seja tão fácil como as compras online.


Comparação final


Quando somar todos os itens que terá de comprar para um projeto de pintura "do it yourself", provavelmente vai gastar cerca de 80€. Já discutimos os vários fatores - tais como a qualidade da pintura, o número de fornecimentos de pintura, e a extensão das reparações - que podem ter impacto neste preço. À primeira vista, 80€ podem parecer uma opção mais em conta em comparação com os 150€ que pagaria pelo serviço de um pintor profissional.


No entanto, nem sempre é uma escolha simples. Se decidir pintar você mesmo, tem que ter em conta que não é uma tarefa que se possa concluir numa tarde. O processo de compra de todos os itens necessários sozinho pode levar várias horas, e nem sempre é possível alcançar o mesmo nível de qualidade de um profissional. Mesmo a tinta de melhor qualidade pode não produzir o resultado esperado. Portanto, considere o que espera conseguir com a pintura e se tem espaço para armazenar todas as ferramentas de que vai precisar. Tenha também em consideração que não irá dar utilidade a estas ferramentas nos próximos anos.


Em última instância, a decisão é sua. Quer opte por fazer a pintura você mesmo ou contratar um profissional, esperamos que acabe com as paredes dos seus sonhos!


Chamar um pintor profissional.

0 comentário

Commentaires


bottom of page