top of page
Buscar
  • Foto do escritorTeam Adampintores.pt

Nove erros a evitar quando se faz renovações em casa

É mais fácil evitar erros do que corrigi-los. Se você herdou ou comprou uma casa antiga, provavelmente está a planear uma renovação. Mas renovar uma casa não é barato nem fácil. Há uma série de fatores que você precisa considerar antes mesmo de começar para evitar erros. Se você precisa de conselhos sobre o que observar, veio ao lugar certo.

Arquitetura

Porque é que evitar os erros é melhor de que os corrigir?

Se a reconstrução ou nova construção é melhor depende de vários fatores. Se a casa estiver em relativamente bom estado, é natural optar pela reconstrução. No entanto, se você quiser derrubar divisórias porque a casa está em péssimo estado, ou mudar a orientação da casa, talvez seja melhor derrubar as paredes e construir uma nova casa.

Além disso, a reconstrução preservará a atmosfera original da casa. Você certamente tem um apego emocional à casa que herdou, por isso seria melhor preservar o máximo possível do ambiente original do qual você guarda boas lembranças.

A necessidade de reconstrução também pode vir com o fato de você ou alguém da sua família ficar incapacitado. Pode ser que você precise tornar sua casa acessível. Nesse caso, o estado também o ajudará nas finanças.


1. Visões Irrealistas

Este é claramente o primeiro e absolutamente o erro mais comum. Muitas vezes as pessoas imaginam as coisas de forma muito simples e depois ficam desapontadas quando o resultado não é o que elas imaginavam. É normal querer que sua casa pareça uma revista, mas não se esqueça que as fotos das revistas são apenas arrumadas e na vida real é importante pensar de forma prática.


DICA: Cuidado para não sucumbir impulsivamente às tendências. O que está na moda hoje pode não estar daqui a um ano, e você provavelmente não planeja se remodelar a cada nova tendência.


2. De acordo com a lei

A renovação, como qualquer grande reparação, é chamada de construção e, portanto, está sujeita ao Código de Construção. Esteja ciente de quando e quais licenças você precisará.

Aqui estão vários tipos de licenças de construção que você pode precisar para um projeto de reforma, dependendo do escopo do trabalho. Esses incluem:

  • Uma licença de construção: é necessária para todos os tipos de edifícios, independentemente de seu projeto, finalidade e duração. Também é necessário para alterações em edifícios, como extensões, acréscimos e mudanças estruturais.

  • Uma licença para alterações de construção: É necessária para trabalhos de demolição e outras alterações que afetem a aparência, layout ou uso de uma residência, como alterações nas estruturas de suporte.

Lembre-se de que esses requisitos podem variar dependendo da sua localização, por isso é importante verificar com a autoridade local de construção para descobrir quais licenças são necessárias para o seu projeto específico.


Reconstrução

Em certos casos, você só precisa notificar a autoridade de construção de seus planos de construção, em vez de obter uma licença. Isso inclui:

  • Edifícios menores que desempenham funções adicionais ao edifício principal não afetam significativamente o meio ambiente.

  • Alterações edilícias que não alterem significativamente a aparência do edifício, não alterem a sua utilização e não ponham em perigo os interesses da sociedade.

  • Trabalhos de manutenção que possam afetar a estabilidade, a aparência ou o ambiente do edifício, desde que não alterem fundamentalmente sua conexão com os equipamentos públicos da área ou agravem o impacto no entorno.

Por outro lado, alguns tipos de trabalhos de manutenção e reparação não necessitam de ser notificados à autoridade do edifício. Esses incluem:

  • Reparações de fachadas.

  • Reparações e substituição de coberturas ou da superfície de coberturas planas.

  • Substituição de calhas e tubos de queda.

  • Reparações de vedações e substituição de peças de vedações desde que o traçado da vedação não seja alterado.

  • Reparação e substituição de estruturas de edifícios não essenciais, como a instalação de pavimentos flutuantes.

  • Manutenção e reparação dos equipamentos técnicos, energéticos ou tecnológicos do edifício, desde que não alterem fundamentalmente a sua ligação aos equipamentos públicos da zona nem agravem o impacto na envolvente ou meio ambiente.

  • Substituição de móveis, como móveis de cozinha, banheiros e guarda-roupas embutidos.

  • Trabalhos de pintura e decoração.


3. Falta de planeamento

Não planejar pode levar a contratempos e desafios inesperados durante um projeto de reforma. Embora não seja possível controlar tudo, um planejamento cuidadoso pode ajudá-lo a ajustar suas expectativas e reduzir o comprometimento de tempo do projeto. Pergunte a amigos ou colegas sobre suas experiências com reformas, incluindo quanto tempo demorou e quanto custou, para ter uma ideia do que esperar.



4. Escolher uma empresa de construção

Ao escolher uma empresa de construção, é importante focar na relação custo-benefício e não apenas no preço mais baixo. Não vale a pena escolher a opção mais barata se eles fizerem um trabalho ruim e você tiver que consertar seus erros depois. Em vez disso, procure especialistas que não subestimem nenhuma etapa da reforma e que tenham a reputação de oferecer um trabalho de alta qualidade. Isso ajudará a garantir que o projeto corra bem.

Tenha cuidado com empresas que oferecem trabalho sem contrato, especialmente se estiverem oferecendo um preço mais baixo. Sem contrato, não há garantia de que o trabalho será concluído de forma satisfatória. Se houver problemas, você pode não ter nenhum recurso para corrigir as deficiências. Também é uma bandeira vermelha se uma empresa solicitar um depósito, mas depois desaparecer antes que o trabalho seja concluído.

Para se proteger, tente negociar um cronograma de pagamento vinculado ao andamento da obra. Isso pode ajudar a reduzir o risco de ficar na mão se a empresa decidir abandonar o projeto. Embora um contrato possa ajudar a protegê-lo em tais situações, é melhor evitar que elas ocorram em primeiro lugar.


Construtor


5. Finanças

Ao fazer o orçamento de um projeto de reforma, é importante ser realista quanto ao custo total. Se você não tem dinheiro suficiente para concluir o projeto como o imagina, pode ser melhor adiá-lo em vez de se contentar com materiais mais baratos ou atalhos. Não se esqueça de incluir no seu orçamento o custo de pequenos detalhes como espelhos de banheiro e interruptores de luz.

No entanto, também é importante não adiar uma reforma desnecessariamente, pois o custo dos materiais de construção está aumentando constantemente. Para obter o máximo valor pelo seu dinheiro, considere investir em materiais de alta qualidade que durarão mais. Embora isso possa aumentar o investimento inicial, é provável que você economize dinheiro a longo prazo, reduzindo a necessidade de reparos ou substituições. Procure produtos com certificação CE, pois essa marcação indica que eles atendem aos requisitos da UE e podem ser um sinal de qualidade.


6. Medir incorretamente

A medição precisa é crucial quando se trata de projetos de renovação. Certifique-se de verificar novamente suas medidas para evitar erros dispendiosos. Mesmo um pequeno erro de alguns centímetros pode causar problemas, por isso é melhor prevenir do que remediar. Se você não estiver confiante em suas habilidades de medição, considere contratar um profissional para garantir que tudo seja feito corretamente.

Fita métrica

7. Achas que consegues fazer sozinho?

Embora possa ser tentador tentar resolver um projeto de reforma por conta própria, é importante ser realista sobre suas habilidades e conhecimentos. Contratar um profissional com anos de experiência pode economizar tempo e frustração, e eles também podem fornecer conselhos valiosos se você encontrar algum problema. No entanto, se você gosta de trabalhar com ferramentas e tem uma oficina à sua disposição, sinta-se à vontade para assumir o projeto sozinho. Apenas tome cuidado para não superestimar suas habilidades e se colocar em perigo.


8. Segurança

A segurança deve ser sempre uma prioridade quando se trata de projetos de renovação. Certifique-se de contratar uma empresa que siga todos os regulamentos de segurança no local de trabalho e tome medidas para proteger você e seus artesãos. Use sapatos fechados, luvas e óculos de proteção para proteger seus pés, mãos e olhos, e mantenha um kit de primeiros socorros completo à mão em caso de acidentes. Além disso, preste atenção às implicações para a saúde dos materiais que você usa. Escolha opções seguras para a saúde que melhorem a qualidade do ar em sua casa, em vez de materiais tóxicos que podem causar problemas de saúde.


9. Guardar os materiais

O armazenamento adequado de materiais é essencial durante qualquer projeto de reforma, especialmente se o trabalho for longo ou se você comprou materiais com antecedência. Certifique-se de evitar que as tintas e revestimentos sequem e tenha cuidado com a mistura de madeira ou argamassa seca para evitar que se molhem. O armazenamento adequado garantirá que seus materiais estejam prontos para uso quando você precisar deles.


Pintar apartamento

A manutenção adequada é a chave para garantir que sua casa dure o maior tempo possível. Certifique-se de cuidar de sua fachada para mantê-la com aparência de nova, evitar mofo e limpar regularmente sua lareira ou caldeira. Se você não tem certeza de como cuidar da sua casa, considere procurar a ajuda de profissionais que possam fornecer orientações especializadas. Seguindo essas dicas, você pode garantir que sua casa permaneça nas melhores condições nos próximos anos.















0 comentário

Comments


bottom of page